domingo, Novembro 25

18 ANOS DE LUTA CONTRA A EXPLORAÇÃO DOS CAULINOS

+++

Passados quase 18 anos, a população volta a ficar revoltada, ao tomar conhecimento que foi concedida a exploração de caulino, numa área de superfície de 41, 92 hectares, situada nas freguesias de Vila Seca e Milhazes, em Barcelos.

Esta exploração de caulinos situada em Barqueiros foi a causa de 2 mortes e alguns feridos, há 18 anos atrás. Durante uma manifestãção, a arma de um GNR, disparou-se acidentalmente, matando um jovem que se encontrava entre os manifestantes.


José Carlos Manhente Simões, de apenas 20 anos de idade, perdeu a vida em 26/6/89.
Um outro manifestante veio também a morrer, devido a ferimentos . Um sacrifício em vão, visto que a Junta de Barqueiros anda a negociar um acordo com a Mibal, a empresa ligada à exploração dos caulinos. Acordo este que é contrário à vontade da população. Todos os cartazes de protesto da população de Barqueiros foram removidos durante a noite.
Em 1991, Barqueiros erigiu um monumento ao Autarcismo, símbolo da luta de um povo, em que alguns até perderam a vida e outros ficaram sem os seus entes queridos.


Vila Seca foi considerada uma zona agrícola, sendo por isso proibida a construção de qualquer tipo de habitação.
Como podem então permitir a exploração dos caulinos, se estes vão contaminar a àgua dos solos, pondo em risco todas as plantações?Como pode o ministério do ambiente decretar que são zonas ecológicas, se agora cedeu um alvará que será a causa da devastação e da poluição dessas mesmas zonas?


Uma dessas explorações que estão previstas, situa-se a poucos metros de uma escola, pondo em risco a saúde de ínumeras crianças, devido a poeiras que poluirão a atmosfera circundante, sem falar nos enormes e perigosos buracos que serão feitos e que podem provocar acidentes.
fotos missixty


José Faria presidente da junta de Vila Seca, diz não ser insensível
à importancia que tem para o país a extração dos caulinos, que facultam uma matéria prima da qual dependem muitas industrias portuguesas, mas...segundo estudos feitos aos inertes extraídos, apenas 10% é caulino. Todos sabemos que o negócio é a areia!!!
Já lá vai o tempo, em que o povo é quem mais ordena!

66 comentários:

quintarantino disse...

Pois é, Miss, já lá vão os tempos em que o povo ordenava alguma coisa. Pudera, com o individualismo e egoísmo que grassa na sociedade actual...

Cucagaio disse...

É a velha guerra entre o poder económico e o desejo da população, sempre inconciliável. Quantas empresas nasceram longe das povoações, e depois, à meddida que estas cresciam obrigaram as empresas s mudar. O povo quer trabalho, mas que não afecte o seu bem estar. Já quanto ao facto do poder local e mesmo central permitir o que permite em zonas ambientais supostamente protegidas, isso é o pão nosso de cada dia. Não parece que vá mudar com a actual geração de politicos, nem com a que vem a seguir (a minha faixa etária), mas esperemos pelo menos que mude com a próxima geração, os nossos filhos.

aqui-há-gato disse...

Tema delicado este...
Faz-me lembrar outros.
O povo ainda ordena, só n conseguimos ordenar todos ao mesmo tempo:)

OGato

Tiago R Cardoso disse...

Infelizmente o poder económico é mais forte que os movimentos populares.

Sniqper ® disse...

Pela primeira vez comento o seu blogue, não o texto o qual nem precisa de palavras, simplesmente porque se O POVO DEIXOU DE ORDENAR, foi por covardia, como dismo e outros factores similares.

Gostei da sua frontalidade no comentário publicado hoje, 28/11/2007 no Notas Soltas. Na realidade muitos são os que falam e calados deviam estar, mas enfim.

Gostei de a LER.

Pierrot disse...

Tocante...
Num país de anacronismos e incongruências, uma bela história.
Bjos daqui
Eugénio The Pierrot
(se gostas de fotos, vai lá dar uma olhada)

Pierrot disse...

Tocante...
Num país de anacronismos e incongruências, uma bela história.
Bjos daqui
Eugénio The Pierrot
(se gostas de fotos, vai lá dar uma olhada)

amigona avó e a neta princesa disse...

Não miss...se o povo QUISER nada será feito! Beijo...

Belzebu disse...

Continuo a acreditar que o povo é que mais ordena! Ontem como hoje a população de Barqueiros, se se mantiver unida, irá impedir que o projecto vá em frente! É importante é que se fale no assunto e por isso mesmo, este teu post é um contributo importante!

Aquele abraço infernal!

Inês Xein disse...

Quando o povo pode ordenar alguma coisa, deixa tudo desordenado na mesma... E assim andamos!

Sente-te!

Silvia Madureira disse...

E no meio de toda esta confusão...morrem pessoas, polui-se o que é nosso, discute-se e não se chega a um consenso.

É comum nos dias de hoje...seja qual for a área e ...não deixa de ser triste e deprimente.

beijo

quintarantino disse...

Miss, hoje o Público traz um artigo sobre esta questão. Parece que a coisa vai mexer novamente.

O Profeta disse...

MAis um fantástico post, digno de outro suporte...


Pelo caminho da minha lembrança
Semeei o vago na tua procura
No tear da incontrolável vontade
Teci-te um manto da…seda mais pura…

Esta é uma preciosa vontade minha
Vinda do fundo do coração
Que tenhas mil venturas este dia
E nunca percas a paixão

Boa semana


Mágico beijo

Pedro Santos Rocha disse...

Caríssima,

Sou de Barqueiros e faço parte do movimento cívico de barqueiros que pretende contestar a exploração dos caulinos no centro da freguesia conforme foi aprovado (ilegalmente) pela JF Barqueiros. Como tal, gostaría de solicitar a utilização de algumas das fotos tiras por si para utilizar nos panfletos de informação
à população. Lembro-lhe que o MCB é apartidário e apensas pretende a clarificação da situação e o pleno conhecimento da população da freguesia de Barqueiros sobre os maleficios que esta exploração vai trazer para a saúde e bem estar da população. Grato pela atenção dispensada, o meu bem haja pela sua determinação na exposição deste tema. Deixo o meu e mail particular, assim como o e mail do movimento civico para contactos futuros.

Obrigado

pedrosantosrocha@hotmail.com
movimentocivicobarqueiros@gmail.com

missixty disse...

pedro santos logo que possível facilitarei o envio das fotos! Só tem de me dizer por quais delas, está interessado! Enviarei mail o mais brevr possível!

BARCACELI disse...

"Um sacrifício em vão, visto que a Junta de Barqueiros anda a negociar um acordo com a Mibal, a empresa ligada à exploração dos caulinos. Acordo este que é contrário à vontade da população que tem sido coagida a não intervir. Todos os cartazes de protesto da população de Barqueiros foram removidos à sucapa durante a noite"
Li isto, suponho que escrito por você,e, sinceramente, senti-me ferido na minha dignidade. Como autarca que sou e lider que fui da luta contra os caulinos nos passados anos oitenta. É de um absoluta inconsciencia, dizer que em Barqueiros se coagem as pessoas. E, pior ainda, dizer que pela calada da noite e à "sucapa" foram retirados todos os cartazes de protesto da população. Na verdade, foram colocados durante a madrugada, não se sabe por quem ( eu sei mas não digo) e retirados e guardadosdurante o dia, por ordem expressa da Junta de Freguesia da qual eu faço parte. E, só foram retirados, porque eram insultuosos, alguns deles, para com a Junta de Freguesia.
Para se falar de caulino em Barqueiros, e só de Barqueiros, é preciso conhecer a história. As movimentações que ao tempo aconteceram. O que, presupo, e com o devido respeito,não é o seu caso.
Mas, e se quiser ter acesso a todo o historial dos caulinos em Barqueiros, com prazer lhe darei as informações necessárias para que as suas sejam mais verdadeiras. Inclusivamente, poderei facultar-lhe um DVD, onde poderá verificar todos, ou quase todos, os incidentes acontecidos no ano de 89 em que a GNR assassinou um cidadão Barqueirense. Não foi disparo acidental. Embora em sede de julgamento, o senhor Pinto da Costa, não esse, o outro, o de barbas brancas, tivesse afirmado qeu a bala ricocheteou antes de atingir o infeliz Carlos. De qualquer forma, e para que conste, ninguém em Barqueiros quer a extração no centro da freguesia.Só que a decisão da exploração já transitou em julgado e é irreversivel. O que a Junta está a fazer e vai fazer, conforme protocolo aprovado pela assembleia de freguesia de Barqueiros, é tentar minimizar os efeitos ambientais e tirar proventos vantajosos para a freguesia.
Para qualquer informação que queira saber acerca desta situação, encontro-me ao seu dispor. E, se quiser uma visita guiada à extracção que neste momento está a ser feita em Barqueiros, e fazer as fotografias que queira fazer, actuais, estarei disponivel.
Não sei se irá ou não publicar esta minha observação. Em qualquer caso, deixo o meu contacto electronico para a eventualidade de algum dia precisar de qualquer coisa que envolva os caulinos em Barqueiros e só em Barqueiros.
barcaceli@mail.telepac.pt
Cumprimentos e Bom Natal
António Cardoso

missixty disse...

António cardoso, tudo o que afirmei aqui em relação aos caulinos, foi baseado em notícias recolhidas em jornais locais e algumas informações foram mesmo pesquisadas por mim, como por exemplo "Todos os cartazes de protesto da população de Barqueiros foram removidos à sucapa durante a noite", esta informação foi-me dada por 3 senhoras no cemitério de Barqueiros, que se lá encontravam (penso que uma delas até é professora), quando fui fotografar a campa do Carlos. Se os cartazes eram insultuosos já não sei, nunca os vi!Mas revelamente certamente o descontentamento da população! Um julgamento para ser justo, devem ser ouvidos os dois lados! Se esteve a ler o meu posT sobre os caulinos, deve ter visto que foi lá comentar alguém ligado ao movimento cívico de barqueiros, contra a exploração dos caulinos e até me pediu para lhe facilitar algumas das fotos que tirei, para serem usadas em cartazes de protesto. Ainda não não lhes enviei qualquer foto, para ser sincera, porque ainda nem tive tempo! Pensarei na sua proposta! Mas estamos no Natal e por esse motivo, não a época ideal para se tratarem destes assuntos. Depois disso falaremos!
Feliz Natal , para si também!

Pedro Santos Rocha disse...

Caríssima,

Antes de começar, permita-me que lhe apresente os votos de um Santo Natal e de um 2008 muito prospero.
Como lhe tinha transmitido num comentário anterior, eu faço parte do Movimento Cívico de Barqueiros, mas, como todos em Barqueiros sabem, não sou nado e criado nesta bonita terra. Moro cá há cerca de 6 anos. Portanto, vejo esta luta um pouco por fora, embora a considere também como minha. O principal propósito do MCB é, ao contrário do que foi veiculado por um comunicado falacioso da JF Barqueiros, esclarecer a população dos riscos e maleitas que a exploração do caulino no centro da freguesia irá trazer e não dividir a população e fazer regressar a guerra dos caulinos (essa ideia só cabe na cabeça daqueles que pararam no tempo ou que então têm algo a esconder). Mais, o protocolo "cozinhado" entre a JF Barqueiros e a Mibal é tudo menos vantajoso para a freguesia. Só é vantajoso para a Mibal. Aliás, a Mibal só poderia entrar no centro da freguesia para explorar o caulino se o povo estivesse todo de acordo, o que me parece não ser o caso, com base em auscultações feitas nos diversos quadrantes desta freguesia pelo MCB. Corre, neste momento, um abaixo assinado por toda a freguesia que pretende recolher assinaturas daqueles que gostariam que fosse feita uma consulta publica (referendo ou não referendo) para determinar a verdadeira vontade da população e, fosse qual fosse o resultado, todos teriam que aceitar.
A Mibal recebeu, aquando da "guerra dos caulinos" um indemnização de 50 mil contos (250 mil euros) para parar a expropriação e agora pretende dar uns míseros 37500 euros durante 4 anos para compensar a população pela exploração do caulino. Grande negócio!!! Por aí se vê a imcompetência daqueles que governam esta terra. Um dos quais que andou há 20 anos empenhado na luta contra os caulinos (tenho fotos de jornais com o dito senhor na primeira fila dos acontecimentos) e agora, talvez por "conveniência" cede aos mais profundos desejos de uma empresa particular e diz ainda que foi enganado. Enfim, é o país que temos ... à mulher de César não basta sê-lo ...

Cumprimentos,

Pedro Santos Rocha

missixty disse...

pedro santos, acredito sinceramente que a exploração dos caulinos não seja vantajosa para a freguesia!Costuma-se dizer onde há fumo....há fogo!Se as pessoas andam descontentes,lá terão os seus motivos!
Facilitarei as fotos, mas deixe passar o Natal. Espero não vir a ter represálias....
Feliz Natal para si e para todos os barqueirenses( vizinhos) :)))!

apreciadores de barqueiros disse...

O seu interresse pelas questões da nossa terra são louvaveis,gostariamos de a conhecer pessoalmente para debatermos este assunto que tanto atormenta a nossa terra.
Bom Natal e Um Próspero Ano Novo com coisas doces como a menina.

BARCACELI disse...

Se o senhor Pedro Santos Rocha, acho que é assim que se chama, tivesse lido o que eu escrevi, teria visto lá plasmado:- "Como autarca que sou e lider que fui na luta conta os caulinos nos idos anos oitenta".
Sabe semhor Pedro,e pedindo naturalmene à dona do Blog, que aceite esta observação como mais uma informação util, eu nuca necessitei de esconder o meu passado. O senhor sabe quem sou. O MCB-PSD, não existe simlesmente. E aquilo que vocÊs todos estão a fzer eu sei melhor, mas muito melhor que o senhor, daquilo de que se trata. Continuo a ter mais amigs que o senhor em barqueiros afectos à sua (actual) cor politica. Ou ao seu movimento se preferir. Veremos a força do MCB. Entretanto, e como o senhor não é de Barqueiros, mas já se habituou a não dizer as verdades todas, só terá de esperar mais uns dias para ver um blog acerca dos caulinos. Com toda a informação, desde a data da entrada da Mibal em Barqueiros em 1968, até hoje. Vai ter surpresas interessantes e coisas que, provavelmente, as pessoas que estão no MCB-PSD, omititam durante estes 39 anos que que a Mibal leva em Barqueiros. Percebe-se que não sabe nada de caulinos. Agradeço à dona do blog que não de apoquente com esta troca de opinões. Pelo que vejo, e leio, o seu Blog está a servir para desmistifcar alguma coisa. E sabe senhor Pedro??? Você tem fotos minhas e blá blá blá.Eu tenho um DVD, que já o disponibilizei, onde eu apareço sem problema algum - sempre fui uma pessoa de consciencia tranquila neste processo - aliado aqueles que me enganaram e engaram o povo. Se não sabe o que diz, náo diga.Se as palavras são de prata o silencio é de outo.
E náo tenha medo de se assumir como PSD. Eu nunca tive problema m assumir que lutei contra a GNR para que hoje exista o tão famoso MCB-PSD que me faz lembrar um outro movimento criado antes de o Partido Socialista ter ganho as eleiçoes em Barqueiros.MOCAL-QUI. Não sabe o que é pois não??? Pois, nem toda a gente sabe tudo:-)
Continuação de BOAS FESTAS.

António Cardoso

Pedro Santos Rocha disse...

Caríssima,

Espero que tenha tido um santo Natal, apesar de ter de ler os comentários azedos daqueles que sentem o "lume a chegar ao rabo", como é o caso do Sr. António Cardoso. Nunca, em momento algum, fiz algum ataque pessoal nos comentários enviados a este blog, ao contrário do Sr. António Cardoso.
Este comentário serve apenas para esclarecer alguns pontos focados pelo dito senhor, dos quais discordo ou então tenho correcções a fazer:
1- O MCB (Movimento Cívico de Barqueiros) é apartidário. Congrega, é verdade, alguns membros simpatizantes ou filiados no mui nobre Partido Social Democrata, assim como simpatizantes do PS, entre outros partidos. (Sr. Cardoso, se não leu o manifesto, foi porque não quis, porque andou espalhado na freguesia, tendo inclusivamente sido publicado no jornal da ABJ, onde poderia ler perfeitamente o nome dos signatários)
2- Da mesma maneira que o sr. Cardoso apelida o MCB por MCB-PSD, eu posso dizer que a junta de freguesia está a ser governada pela coligação PS-CDU-MIBAL. Certo?
3- Eu não renego às minhas origens e filiações. Sou simpatizante do PSD. Sempre o fui. Não sou como o sr. Cardoso que já concorreu à junta de freguesia por vários partidos diferentes. Não sou de Barqueiros mas ainda sei algumas coisas. Não fui eu o candidato da CDU à junta de freguesia que há 20 anos colocou nos folhetos de campanha: "CAULINOS NUNCA". Certo? A essas pessoas eu chamo “vira casacas” porque andam sempre para o lado que o vento sopra, ou como também podemos dizer, a ver qual é a "torneira que mais dá".
4 – “Presunção e água benta cada um toma a que quer”, já diz o ditado. O facto do senhor dizer que tem mais amigos em Barqueiros do que eu é uma verdade de La Palisse. Isso é óbvio. No entanto, como me acusa de dizer meias verdades, devolvo a acusação, pois o sr. esqueceu-se de dizer também que tem mais inimigos do que eu em Barqueiros. Penso que não sou "persona non grata" em Barqueiros, pois entro em qualquer estabelecimento ou casa em Barqueiros, sendo sempre bem recebido.
5 – Se o sr. Cardoso diz que, e passo a citar: “desde a data da entrada da Mibal em Barqueiros em 1968, até hoje. Vai ter surpresas interessantes e coisas que, provavelmente, as pessoas que estão no MCB-PSD, omititam durante estes 39 anos que que a Mibal leva em Barqueiros.”, então o sr. foi conivente, dado que andou na luta contra os caulinos e está na junta de freguesia desde 2001, e só agora é que vem dizer que foi enganado????? O que é que andou a fazer estes 6 anos de governação??
6 – É verdade que nem toda a gente sabe tudo. Tomara o sr. saber tanto como eu. Pelo menos tinha a elevação de não dirigir ataques pessoais, assim como teria a elevação de não esconder a verdade à população de Barqueiros. Como o sr. diz que não sei nada sobre caulinos, vou dar apenas uma pequena explicação sobre o caulino e os malefícios para a saúde: "a inalação das partículas de pó de caulino em pequenas quantidades ao longo do tempo pode levar ao surgimento de bronquiolites ou mesmo cancro do pulmão, dado que o pó se aloja nos pulmões e irrita-os continuamente, reduzindo a sua capacidade (a sílica, um dos componentes do caulino, não se dissolve com o tempo). As pessoas que mais poderão sofrer estas maleitas são crianças, asmáticos ou pessoas de idade, podemos mesmo ser muito mais afectados num período de tempo mais curto." Agora, sr. Cardoso, pegue nesta pequena lição que lhe dei e divulgue pela freguesia. Mas divulgue. Não esconda os factos como tem feito até agora. Vai ver que muitos dos seus “amigos” pensarão duas vezes antes de apoiar o vosso "cozinhado" com o vosso parceiro de governação chamado Mibal.
Tenho dito.
Pedro Santos Rocha

barcacelito disse...

"Por aí se vê a imcompetência daqueles que governam esta terra. Um dos quais que andou há 20 anos empenhado na luta contra os caulinos (tenho fotos de jornais com o dito senhor na primeira fila dos acontecimentos) e agora, talvez por "conveniência" cede aos mais profundos desejos de uma empresa particular e diz ainda que foi enganado. Enfim, é o país que temos ... à mulher de César não basta sê-lo ..."
Foi o senhor quem escreveu isto. Não fui eu. E, naturalmentee estava a referir-se aa mim. E depois escreveu isto " apesar de ter de ler os comentários azedos daqueles que sentem o "lume a chegar ao rabo", como é o caso do Sr. António Cardoso. Nunca, em momento algum, fiz algum ataque pessoal nos comentários enviados a este blog, ao contrário do Sr. António Cardoso." E, ainda escreveu coisas bem mais obscenas. Fiquemos por aqui. Já lhe provei a si que sou pessoa educada e não gosto nem nunca gostei de conflitos. E por isso, exactamente por isso, por muito que isso o incomode, TENHO MAIS AMIGOS BARQUEIRENSES AFECTOS À SUA COR PARTIDÁRIA QUE O SENHOR. Nunca disse que tinha mais amigos em Barqueiros. Leia com atenção. E, visto que a sua superioridade académica é inquestionavelmente, jamais lhe responderei a provocações. Mas, como o senhor, também sei fazer " copiar/colar".Ultimo esclarecimento: Uma extracção de caulino, ou areias siliciosas, não provoca pó. Isso é mesmo de quem nada percebe de caulino. O tratamento e manuseamento dos mesmos é que, se não for acautelado, tem esse efeito secundário.Entendido????
Um bom ano para si e para todos os seus mas, em particular para os meus amigos do MCB.

Anónimo disse...

Olá, para já só queria dizer que como trabalhador da MIBAL e conhecedor profundo de toda a realidade em relação a Barqueiros e Vila Seca, sinto-me chocado e revoltado com tanta barbaridade e mentira que se diz !!!

Talvez volte cá com mais tempo para dizer algumas verdades que precisam ser ditas, tais como por explo.: Porque será que durante anos e anos se explorou clandestinamente em Vila Seca e Milhazes cometendo-se autenticos crimes económicos, ambientais e "OUTROS" e alguns autarcas que agora se preocupam tanto permaneceram calados ?????
.........tanto para dizer e tão pouco tempo ! ....mas cá voltarei logo que possível

só de passagem... disse...

Meu caro "anonimo" isso só demonstra a confiança que esta empresa nos passa...realmente,pois tambem ela tem culpas no cartorio!!!!
Quanto a Junta de Barqueiros,enfim que posso eu dizer, se alguem tinha duvidas se estavam ou não reunidas as condições exigidas pelo governo penso que no sabado passado estas foram totalmente desfeitas.
Mas depois ainda há o lado comico no meio disto tudo, isto porque temos um presidente que diz conhecer e respeitar as regras da democracia e respeitar a opinião dos outros, quando na verdade "eles" fogem como o diabo da cruz da auscultação popular quando existe muita,muita,muita gente contra esta vergonha!!!
E não sou eu que o digo...o que é a segunda parte ainda mais comica...é o proprio presidente da Junta em plena Assembleia Municipal na passada 6ªF a admitir que existim muitas assinaturas contra os caulinos, (imagine a quantidade que ainda não assinou por medo) e que ele errou ao não ouvir o povo, acabando por dar o dito pelo não dito, pois tinha dito bem explicitamente em ocasiões anteriores que a Junta tinha feito uma vasta aucultação popular.......RIDICULO
Não ponho em causa a integridade ou competencia do senhor presidente de Junta nem de quem o acompanha, mas de facto os direitos e bem estar de um povo não estão a ser devidamente acautelados por quem foi eleito para defender esta terra.
E o que é mais grave ainda é esquecer a memoria de um povo...
Há palavras que são um autentico murro no estomago, mas há silencios que são autenticas facadas...era bom que esta Junta respondesse as verdadeiras questões que se lhes colocadas e não fingisse ouvidos moucos, se há quem se diga chocado e revoltado com tanta barbaridade que é dita no meio disto tudo, eu digo-me profundamente desiludido...
"Caulinos no centro NUNCA" "Lutaremos"

Anónimo disse...

Olá,

Acerca da contestação aos "caulinos", haveria muita coisa a dizer, no entanto aqui vão apenas alguns pensamentos dirigidos a todos os interessados por este tema que estejam de boa fé:

- As vedações e sinalização colocada, ou é destruida ou desaparece em grande parte das vezes;
- Muitos populares que acusam a empresa de aceitar lixo e aterros menos próprios são muitas vezes os primeiros a colocarem esse lixo nas barreiras de exploração, mesmo sem autorização e ás escondidas.
- Na MIBAL, apenas são permitidos Aterros constituidos por terras de escavação limpas, naturais e inertes. Todos os outros são rejeitados. Quem eventualmente deposita em horário impróprio outro tipo de aterros em terrenos da mibal (como por explo. camiões que INVADEM áreas alheias e basculam os seus "lixos" sem qualquer autorização - por vezes até em caminhos públicos - ou pessoas que atiram sacos do lixo e outros entulhos por cima de vedações colocadas pela Mibal para dentro dos seus terrenos) está a violar a lei e a faze-lo sob o repudio da empresa.
A Mibal está inclusive a tomar medidas para que a entrada de camiões nos seus terrenos não venha de todo a ser possível em horários menos próprios uma vez que está a ser vitima de acusações sobre uma situação que repudia e sempre repudiou firmemente.
- Vão por explo. ao "monte dos moinhos" onde podem ver cartazes da C. M. Barcelos a dizer "O Monte dos Moinhos Respeita o ambiente", mas mesmo ao lado e em vários pontos do terreno existem autênticas lixeiras com que ninguém se preocupa !!!
Como este explo. há muitos mais no concelho de Barcelos: O rio Cávado cada vez mais poluido devido a certas industrias locais é um deles, as explorações clandestinas são outro, mas a autarquia só se preocupa com a Mibal !!!
- O caulino polui ?!?! ....então já devemos estar todos mortos ou doentes !!!
- E os trabalhadores, quem se preocupa com eles e as suas famílias ? ...espero que o deputado Agostinho Lopes não nos venha depois acudir.
- Vêm-se escavações bem maiores na execução de parques subterrâneos de muitos "mamarrachos" que se constroem por aí nas cidades com impactes visuais que se tornam permanentes e não temporários
- Vejam o grande número de terrenos já completamente explorados e recuperados e perguntem aos agricultores que os estão a trabalhar acerca da sua produtividade.
- Claro que há lagoas ainda abertas, que aliás albergam grande variedade de vida animal (deve ser por causa da poluição), no entanto só quem não percebe nada do assunto é que não sabe que elas são necessárias como depósito de água para a instalação de tratamento e decantação de estéreis.
- As minas não são uma unidade industrial como outra qualquer pois a sua localização está dependente dos "caprichos" da Natureza e muitos dos que as contestam parecem esquecer que beneficiam no seu dia a dia de tantas coisas e produtos que só são possíveis devido à existência das mesmas.

....Muita coisa se pode dizer e discutir e mesmo que diga com toda a certeza que a empresa é uma das maiores prejudicadas no meio disto tudo, (pois foi não só vítima da concorrência como da política e daqueles que no fundo "lutam" verdadeiramente por outros motivos arrastando pessoas que até podem, na sua inocência e desconhecimento, estar nisto de boa fé) a situação foi de tal forma empolada que já poucos acreditam na sua verdadeira essência - "uma tempestade num copo d`água" , sendo este, aliás o único mérito dos que até agora têm acusado a empresa.

A MIBAL tem servido de "bode expiatório" em muitas situações por alguns corruptos sem escrúpulos que recebem maços de notas em sacos do hipermercado (para enganar pategos)como paga pelos seus "favores" e outros que apenas pretendem servir os seus interesses e não os da população. Já se ganharam eleições , mercado concorrencial e muito mais....até já foram eleitos deputados cuja visibilidade foi obtida à custa da "Luta dos caulinos". Outros há que também querem "poleiro" apesar de só servirem como "tasqueiro". Por isso nós aconselhamos todos aqueles cuja contestação é feita de boa fé devido ao seu pouco conhecimento sobre o assunto e sobre o sector mineiro a se informarem devidamente e não ouvirem apenas um dos lados pois muitas vezes o que parece não é e tem uma boa explicação.

Não acham que as Quintas de Prestar já podiam estar há muito tempo exploradas e devidamente recuperadas ??? ....podia até já ser um dos locais mais bonitos da Freguesia ! .....não acham que a freguesia só tem a ganhar em resolver este problema da maneira como está a ser negociado pela Junta ???...só não vê isto quem não quer devido a ignorância ou má fé.

Cumprimentos e um bom ano 2008 para todos,

Esta é a expressão de indignação de trabalhadores da Mibal pela continua perseguição a uma empresa que sempre cumpriu com a legislação em vigor (nunca qualquer coima lhe foi aplicada por qualquer entidade fiscalizadora apesar de tanta acusação, o que por si só já diz tudo)e com todos os compromissos assumidos com eles.

missixty disse...

Quer-me parecer que isto tornou-se numa luta de poderes políticos e que os verdadeiros interesses foram esquecidos! Interesses esses que são nada mais que o bem estar da população local. A decisão que favorecer as maiorias deve ser o caminho a seguir.

Anónimo disse...

Para se ter a noção perfeita de como a situação é só politica, na Segunda-feira, dia 7, pelas 15 horas, virão a Barqueiros os Lideres Parlamentares dos Partidos com assento na Assembleia da Républica.
Veremos o que irá acontecer a seguir. Será interessante. Para não dizer obsceno. Oportunidade unica para se ver "in loco" os seguranças do PSL (Pedro Santana Lopes).
Se o dito cujo senhor até os leva para a Assembleia da Républica, imaginem quantos não trará a Barqueiros.
Que palhaçada...

Anónimo disse...

Talvez se a Mibal entrasse no "jogo" de entrega dos tais "sacos de hipermercado" a certas pessoas não houvesse nenhuma contestação nem sequer se falasse do assunto dos caulinos pois há quem crie dificuldades para depois "vender" facilidades, mas o facto é que a Mibal não alinha, nem nunca alinhou nesse "campeonato"

Anónimo disse...

Susana.Já falei consigo ao telefone. Conheço-a de vista e vejo-a muitas vezes. Gostava de um dia falar consigo sobre caulinos e mostrar-lhe alguns documentos. Acredito nos valores que defende e não creia que em Barqueiros há confusão alguma com o seu blog nem animos exaltados. Há sim, interesses politicos subjacentes. E gostava de falar consigo acerca disso. Se estiver disponivel, um dia de manhã ou de tarde quando vier no seu MINI prateado para a Póvoa de Varzim, e se tempo houver, seria um prazer falar consigo e dizer-lhe, para além de lhe mostrar documentos que provam que mesmo em Vila Seca as coisas não são o que parecem, como esta porcaria que até a mim incomoda, de em tudo se meter politica. espero mensagem aqui no blog endereçada ao FOCUS.E acredite nisto:Aconteça o que acontecer sempre terei por si a consideração que tenho.
Um abraço e bom final de semana.
O Carlos Barroso está enganado. Toda a confusão surgida foi premeditada. Na Junta, só uma pessoa sabe do seu blog e é suficientemente sério para estar calado.

missixty disse...

focus limitei-me a relatar no meu blog algo que não me pareceu justo. Não me envolvo em políticas, nem está na minha mão o desfecho da situação! Sou uma mera cidadã!Nem tão pouco sou natural de Barcelos, resido apenas aqui a alguns anos! Não percebo a vossa insistência em me envolverem no assunto! Tenho uma vida muito ocupada, vou começar já este domingo um curso avançado de fotografia no Porto! O meu tempo é muito curto, para fazer tudo o que desejo! Não sou eu que vou ajudar a decidir o que é melhor para estas freguesias! Isso será mérito vosso e ficará a cargo da vossa consciência se estão a agir em conformidade com o que está certo!
cumprimentos susana

Anónimo disse...

Exmo Sr trabalhador da MIBAL, tem algum problema em se identificar? Já agora para quem foi a ofensa de "tasqueiro"? Sabe, são os tasqueiros que pagam a maior parte dos impostos para sustentar pessoas como o Sr. Identifique-se se é HOMEM!!!
Andreia

Anónimo disse...

Cara Andreia, """o que tu queres, sei eu !""" ....mas, apesar do que foi dito ter sido apenas em forma de metáfora, parece que uma das "carapuças" já serviu a alguém !!! ....Aqui não se trata de "ser Homem" ou "ser Mulher", já que "alguém" escreve para exprimir o sentimento de "um grupo" que por acaso também se farta de pagar impostos para sustentar muitos "corruptos" que só se preocupam com o seu bem estar.
...ahh, só mais uma coisa: O trabalho é o nosso sustento pois, neste país, infelizmente, não podemos contar com mais nada.

Um Bom Ano para si

Anónimo disse...

Caro ANONIMO

Mais uma vez o comparo com o nosso presidente de junta: pergunto "alhos", responde "bogalhos". Nome... nem ve-lo!?! Medo... muito?
Mas não há problema... e se o caulino nao mata, aleija! Posso dar exemplos de "seus" colegas de trabalho que estão com doença de pulmoes e nao é de certeza do fumo de tabaco... :)
A carapuça: Quem nao se sente, nao é filho de boa gente.

Bom ano para si tambem.
Andreia

P.S.: ainda bem que existe o IP

Anónimo disse...

Olá de novo Andreia,

Bem, gostaria muito de saber quais são os meus colegas com doenças dos pulmões ??? ....talvez deva estar a confundir com o problema da silicose que se passa noutro tipo de indústria mineira que não a dos caulinos ?!

Não faço ideia quem você é e muito menos de quem é filha. Além do mais, se ler bem o meu post, pode verificar que se fala em termos gerais e metafóricos não referindo qualquer nome (daí a questão da "carapuça" ....peço desculpa se ofendi alguém) e o que se pretende essencialmente é exprimir o sentimento geral de um grupo que tem estado esquecido durante este tempo todo (trabalhadores da Mibal).

Quanto ao IP, sinceramente, estou-me completamente a "borrifar"

Até sempre !

Anónimo disse...

Bem ... isto anda animado!!

Ponto 1 - Concordo com a dona Andreia. Anónimos são os cobardes!
Ponto 2 - Por acaso, a propósito de um comentário que dizia que havia uma pessoa da junta de freguesia que sabia do blog e que estava calado: É MENTIRA!! Vejam acima os comentários do Sr. António Cardoso (que por acaso só é o Secretário da Junta de Freguesia)
Ponto 3: coitada da Mibal! Que pena que eu tenho. Também tenho pena que o senhor que falou nas explorações ilegais não tivesse também falado nas explorações ilegais feitas pela Mibal no concelho de Esposende
Ponto 4: os deputados da Assembleia da Republica que vieram à freguesia de Barqueiros eram representantes das bancadas na dita AR e não os lideres parlamentares (reveja as suas fontes) e são os mesmos que vão fazer chegar um relatório à Direcção Geral de Geologia e Energia, Ministério da Economia e Ministério da Agricultira com um parecer que irá de certo reprovar a autorização para explorar caulino nas Quintas de Prestare
Ponto 5: Caso não saibam, há uma resolução do concelho de ministros onde se diz, explicitamente, que a Mibal pode perder o alvará para explorar caulinos
Ponto 6: há, pelo menos em Barqueiros, 1 pessoa que foi reformada por doenças detectadas nos pulmões (pó da extracção do caulino) e nos pés (pelo facto de andar sempre com os pés encharcados). Se não sabe quem é, informe-se
Ponto 7: dos cerca de 60 trabalhadores da Mibal (palavras do Sr. Sousa Lima) nenhum é de Barqueiros. Por isso é muito fácil vocês virem pedir para termos pena dos trabalhadores da Mibal ... "Pimenta no cu dos outros, para mim é refresco"
CAULINOS NO CENTRO ... NUNCA

Cumprimentos

O ESCLARECEDOR

Anónimo disse...

Realmente, alguém com o nome "o esclarecedor", não é nada anónimo !

Explorações clandestinas da Mibal em Esposende ?.....onde ?!?!

Ponto 6 - Realmente esclarecedor !!!

....Por aqui me fico, sendo este o meu último post.

Adeus.

Anónimo disse...

Ahhh, sei que já disse adeus mas venho uma última vez apenas para dar uma palavra de apreço e agradecimento à dona deste blog pela forma sincera e isenta como tem abordado este assunto.

Obrigado e bem haja.

Barcaceli disse...

Já agora, e eu que até nem tencionava escrever mais sobre este assunto, queria dizer que é bonito o senhor "Esclarecedor" assumir-se como cobarde. Ao menos isso. Na verdade, eu identifiquei-me. Chamo-me António Cardoso da Silva e faço parte do executivo da Junta de Freguesia de Barqueiros que irá assinar o Protocolo aprovado pela Assembleia de Freguesia de Barqueiros, com seis votos favoraveis.
Então senhor Esclarecedor e cobarde assumido. Será que a pessoa doente de Barqueiros é a mesma que eu conheço??? Será? Quer ter uma conversa com a pessoa de Barqueiros que trabalhou na Mibal na minha presença? Jogadas dessas não por favor. Para que não se encaminhe aqui para a baixeza, gostaria que todos tivessem uma discussão elevada e não entrassem em futilidades.
Chegou a altura de dignamente se resolver o problema dos caulinos nas Quintas de Prestar. Porque eu, ao contrário daquilo que disse o ilustrissimo deputado e secretário da Assembleia da Republica Fernando Pereira, não quero que daqui a vinte anos me chamem incapaz de náo ter "negociado com a Mibal". Quero agradecer à dona do blog e dizer que hoje o mesmo foi enaltecido consideravelmente.
Senhor Esclarecedor...obrigado por ter assumido a sua postura e um bom ano para si.
Cumprimentos a todos em especial à dona do Blog.
A. Cardoso
Secretário da Junta de Freguesia de Barqueiros.
Por acaso sou eu mesmo. Com ou sem IP.
E já agora, para a Andreia, pessoa que conheço e estimo,não vás feita na história dos IP'S. Eu estou a escrever de minha casa. Mas tambem poderia estar em frente da PT da Póvoa com o portátil. Logo, o IP, não tem muita valia. Cumprimentos.

TRABALHADOR disse...

Senhores autarcas de barqueiros só quero dizer-vos que todo o pó que esta situação levanta vos está a tapar os olhinhos... ou serão os cifrões...pois não são capazes de ver o que é evidente!!
Digam-me apenas uma...apenas uma vantagem desta exploração de caulinos e por favor não me venham com a treta do dinheiro e dos terrenos que serão doados á junta...isso para mim é treta!
Esse dinheiro paga as lavagens do meu carro...sim porque eu trabalho em barqueiros e sou obrigado a levar com quilos de pó no verão e rios de lama no inverno e tal como eu centenas de pessoas...há pois os senhores não utilizam esta estrada...já me esquecia...apenas usam a estrada nacional..e aí tiveram a coragem de chamar as autoridades pois devido a uma obra há um ou dois metros de estrada que tem terra e os senhores não gostaram se sujar os pneus!!! Mas numa estrada que tem quase dois quilómetros e pela qual passam centenas de viaturas diáriamente e que está repleta de terra não faz mal pois não??? Falemos então das pessoas que aí residem e que são obrigadas a levar com o pó terrivél para a saúde...pois senhores não pensem que estas situações passam em claro...peçam uma opinião a um profissional de saúde acerca da inalação deste pó!!
Os senhores lembram-se também que nessa zona há um edificio no qual funciona uma sala de ATL?? E a segurança dessas crianças não é da vossa responsabilidade?? Na zona onde querem fazer a nova exploração...lembrem-me senhores pois posso estar enganado...perto dessa zona não há um Jardim de Infância do estado a funcionar??? Os senhores garantem que há segurança para que estas crianças possam continuar a brincar sem ter que temer pela vida??? E as actividades foras dos edificios senhores??? Será que estas crianças poderão alguma vez por os pés fora das salas ser correrem o risco de serem levados por um mostro (camião), OK já percebi..nada de actividades ao ar livre... o dinheiro é mais importante certo??
Não é preciso ser-se muito inteligente para ver... é preciso ter os olhos abertos...mas com tantos cifrões á frente é dificil...
Parabéns a autora do blog...vê-se que é uma pessoa realista e com conciência...
Até á próxima...

Hugo Cardoso disse...

Lavar roupa suja…chega!!!!
Chega de dizer, somos maus, fomos fracos mas os outros foram piores, vamos de uma vez por todas discutir este assunto de forma seria, adulta e responsável!!!!
Pouco importa às pessoas que lutaram a 18 anos na Guerra dos Caulinos que a Mibal tenha feito propostas e oferecido contrapartidas a população, as pessoas a 18 anos lutaram porque pura e simplesmente não queriam caulinos no centro, pouco importa as quintas e o dinheiro, não há nada que pague o ambiente e bem-estar e dignidade de uma população.
Meus caros camaradas de partido, ninguém vos vai acusar daqui a 20 anos de não terem negociado com a Mibal, pelo menos ninguém consciente dos males de uma exploração a céu aberto a 50 metros do Mosteiro, a 80 metros de uma escola, uma exploração colada a casas, podem ter a certeza disto!!!!
Esta Junta errou, e como socialista que sou envergonha-me o facto de terem cedido aos interesse capitalistas de privados, aos interesses capitalistas dos que querem enriquecer a custa dos pobres, esta Junta errou ao querer tomar posição sem nunca auscultar a população, e não digam que fizeram auscultação, porque não fizeram, o próprio Agostinho Pires, Presidente de Junta admitiu não ter feito!!! Erraram ao serem arrogantes para com os apelos que lhes foram sendo dirigidos, erraram ao esquecer a memoria, a Historia, a dignidade de um povo.
A tomada de posição por parte do PS Barcelos também me desiludiu (para ajudar a festa), tomam uma posição em Vila Seca contra os caulinos a favor de uma autarquia da sua cor, dizem ser contra porque a população não foi auscultada e que é necessário defender os interesses de uma população, em Barqueiros são a favor dos caulinos, porque são solidários dizem eles (com uma autarquia da mesma cor que eles), mas que também não auscultou a população, nem defende os interesses de uma população.
Defendendo desta forma os interesses do seu aparelho partidário em prejuízo de um povo que sofreu e pagou caro uma guerra desigual, uma luta de 20 anos!!!
É em boa verdade que vos digo, isto não é digno do Partido Socialista, isto envergonha-me, isto desilude-me, isto entristece-me e enquanto Motas/Barra e companhia estiverem a frente do meu partido no concelho de Barcelos não mereceram a minha confiança, não há direito, o povo de Barqueiros não merecia tamanha desfeita!!!!
O povo merece ter a palavra, foi por ele que o Governo pagou 50 mil contos para a Mibal desligar e recuar com as máquinas, foi o povo que lutou, sofreu com a guerra, tem que ser o povo a decidir se quer ou não exploração no centro, haja bom-senso, haja coerência com um passado de luta, haja respeito pelo luto de uma morte, por lágrimas choradas por dores no corpo e na alma de quem sofreu!!!!
Haja memoria que resista, e que reveja tudo o que se passou, os direitos da Mibal têm de acabar onde começam os direitos das pessoas, é por isso que lutamos, caulinos não é politica, caulinos não é politica, caulinos é dor, sofrimento, é historia, é dignidade é uma luta, caulinos é um povo!!!!
Só mais uma coisa, sei que o que disse na última assembleia de freguesia de Barqueiros, chocou e incomodou muita gente, sei que fui incomodo para os meus camaradas de partido e para esta Autarquia mas eu tenho e tive de o dizer mesmo sabendo que não agrada, a verdade é esta.
Sei que houve pessoas que levantaram suspeitas de como terá surgido tudo aquilo que eu disse, a essas pessoas eu digo…não tenho nada a provar a ninguém, a idade nunca foi sinónimo de ignorância, pelo menos para mim nunca foi.
A essas pessoas eu digo, tudo o que disse foi fruto de uma leitura histórica de todos os acontecimentos feita aos meus olhos, sabem eu ainda tenho opiniões, e fundamento-as sempre, os meus pais sempre me deram uma óptima educação, nunca tive necessidade de faltar ao respeito a ninguém para fundamentar o que penso…nem nunca ninguém terá o direito de me dizer o que hei-de escrever ou não, esses tempos em que as pessoas eram coagidas a faze-lo já passou e mesmo aí sempre houve alguém que tivesse coragem de dizer o que pensa, e eu não tenho medo de dizer o que penso, nunca tive nem nunca terei.
As pessoas da bancada socialista que duvidaram “das minhas fontes” e eu sei que as houve, eu digo, tenham vergonha, a única obrigação que eu tenho perante esta Terra é a de consciência comigo e com os que eu amo, há gente aqui que foi eleita democraticamente por uma população e nunca foi capaz de falar fosse o que fosse, nunca justificou o que faz aqui, nem nunca fundamentou coisa nenhuma, seja com textos encomendados seja com textos feitos por ele… desiludiram-me muito!!!!!


Caulinos no centro nunca, Lutaremos

Viva Barqueiros, viva o povo de Barqueiros, Viva a liberdade!!!!

Barcaceli disse...

Senhor Esclarecedor: Podia dizer que o TONE DA ESPERANÇA é o TONE CARDOSO, Secretário da Junta de Freguesia de Barqueiros. Sem problema. Não me envergonho do meu nome nem da minha posição. E muito menos do meu passado. Se trabalho ou não é da minha responsabilidade e nunca pedi, que eu saiba, nada a ninguém. Contrariamente a muita gente que se tem valido de mim para conseguir muitas coisas. Se pensou que isso me incomodaria, enganou-se literalmente. Mas você é mais que cobarde. É desonesto. É um escroque. É um nojento que insinua aquilo que provavelmente está habituado a fazer. E não pense que me mete medo. Antes pelo contrário. Mais coragem me dá para lutar por aquilo que defendo.
E, se a memória me não falha, e associo o que já foi escrito em outros lugares, o senhor deve ser daqueles que estava habituado a comer cabidelas. Em relação a ser corrupto e a viver à custa do Lima, assim como o Agostinho, não pense que a questão vai ficar só por aqui. Lamento que não saiba que a gente não o vai descobrir. Os ratos pestilentos cheiram ao longe… Será fácil encontrá-lo. A dor de corno leva-nos a estas situações.

Em relação ao que escreve o Hugo Cardoso, que por sinal ainda é meu familiar, gostava que tu fosses capaz de pensar que eu não sou um vendido Hugo. O respeito que me mereces, pese embora teres assumido a vergonha de teres votado em mim, nunca fará com que eu tenha vergonha de ti ou de quem quer que seja por pensares de maneira diferente. E a história Hugo, não é só feita do “Eu ouvi dizer”. Há documentos que provam que houve negociações e que na última hora falharam. E espero que acredites em mim. Não te peço. Só espero.
Outra coisa que te quero dizer Hugo, é que não te deves identificar como socialista embora eu saiba que tu és de esquerda. Não és militante do Partido nem representas o Partido como tal. Sou um dos elementos do Secretariado Executivo do Partido Socialista de Barcelos, Membro da sua Comissão Politica e, deves saber, que eu sei quem são os militantes socialistas de Barqueiros.
Que sejas simpatizante acredito. Portanto, como simpatizante socialista que és terás a tua razão. Ou militante em outra secção. Mas também vou descobrir isso.
Sabes Hugo, a única coisa que nos difere é que eu sou tolerante. Nunca venderei a minha dignidade nem hipotecarei a dos Barqueirenses. Mas tu, podes pensar o que bem entenderes. O que difere os socialistas da maior parte das forças políticas, é a sua capacidade de saber ouvir falar e respeitar.
Nunca eu menorizei a tua incapacidade intelectual nem pus em duvida o teu saber que, aliás, te reconheço possuidor. E nessa preocupação que tu dizes ter causado eu não me incluo. Nem estou a ver quem esteja preocupado com o teu discurso. Agora Hugo, e correndo os riscos inerentes ao cargo que ocupo, nunca apoiarei aqueles que de uma ou de outra forma, iludiram o povo de Barqueiros.
Portanto Hugo, aqui ninguém é mais sério que ninguém. Pensamos diferente. Eu talvez com mais alguns conhecimentos que tu (e perdoa a imodéstia), penso assim. Tu, com as análises históricas que fizeste pensas como pensas. De uma coisa tenho a certeza. O futuro irá dar a razão a um de nós os dois.
Cumprimentos

Barcaceli disse...

Susana, lamento que vc não tenha tido a noção da gravidade até onde isto poderia chegar. Discussão aberta e acessa tudo bem. Dizer que eu e o Presidente da Junta somos corrompidos pela Mibal, já não está nada bem.
Já falei há instantes com o advogado da Junta que amanhã irá proceder em conformidade para descobrir da forma que necessario for quem é o ESCLARECEDOR. Se vc souber, agradecia que me informasse por e-mail e assim, evitariamos danos maiores.
Caso não saiba a Junta de Freguesia fará tudo para descobrir quem é esse senhor, com os inconvenientes que isso lhe possa acarretar. Lamento imenso mas isso não aceito. É que não vale tudo.
António Cardoso da Silva
bacaceli@mail.telepac.pt
Telf: 912800311
Cumpimentos

Deixo ao seu critério a publicação deste post.

missixty disse...

Não faço a mínima ideia de quem é o esclarecedor, nem de que são todas as pessoas que comentam aqui. Não conheço nenhuma pessoalmente!E não me ameace que não tenho nada a ver com o que as pessoas escrevem!
Isto deu para ver quiando estala o verniz.....primeiro até intercedia por mim no Ministerio da Agricultura e agora ameaça-me....gostei de ver...é pena que eu sou uma pessoa que só tem uma cara e nunca me venderia por favores! Espero que não aconteça nada ao meu blog, a única coisa que possa fazer é eliminar os comentarios que acha que são ilícitos! Resposta a este blog!

Barcaceli disse...

Tanto quanto eu saiba, não questionei nada das conversas que temos e/ou tivemos. Continuo a dizer que estou disponivel para ajudar quem precisar. Agora, uma coisa é uma coisa. Outra coisa é outra coisa.
Fui sensato e também só tenho uma cara. Disse-lhe que tudo faria para que este blog não sofresse qualquer problema por causa dos caulinos. Mas, tal como eu, sabe que a responsabilidade dos posts é do dono do blog. E devemos ter a sensatez de não cair-mos em situações que poderão, de uma forma ou de outra, ferir sensibilidades.
Assumi e assumo sempre com frontalidade as minhas atitudes mas nunca, em qualquer circunstancia, aceito que insinuem acerca de que eu ou o presidente da junta somos corruptos ou andamos vendidos.
Se o post fosse assinado, aceitava incondicionalmente.
Anónimo, só mostra a ralé daqueles que estão contra a junta.
Não a ameacei nem a ameaço. Não faz o meu género. Simplesmente lhe transmiti, que a junta de freguesia se irá empenhar em descobrir quem é o senhor ESCLARECEDOR, até porque, já fomos alvo de investigações da PJ e do Ministério Público, que foram arquivadas naturalmente, por situações similares.
O conhecimento foi dado ao advogado da Junta e ele procederá da forma que entender conveniente. Não sou jurista nem me quero substituir a ele. Agora, se você entende que se deve publicar insinuações daquele género sem nome, sem e-mail e sem nada que a possa desresponsabilizar a si, transcende-me.
Creia, com toda a sinceridade, que tudo faremos para descobrir o senhor ESCLARECEDOR. E, você sabe como eu, que isso é possivel.

OBS: Não é da minha responsabilidade julgar o que é licito ou ilicito você publicar. Ao aceitar as condições de ser possuidora de um blog, leu de certeza o que lá está escrito. Eu também tenho o meu e tive o cuidado de me precaver em relação a isso.
Logo, faça o que muito bem entender. Só quero reafirmar aqui que não foi uma ameaça a si que eu fiz. Simplesmente a chamei à atenção para o risco que é não se ter a sensibilidade de analisar com cuidado os comentários.
E, você sabe, e se não sabe fica a saber, que eu até defendo a liberdade de expressão mais que ninguém. Não tenha duvida disso. E nunca, pessoalmente ou como autarca, promoverei o que quer que seja contra o seu blog. O que faremos, é denunciar a situação. Caberá a quem de direito fazer as investigações que lhe aprouver.
Penso que ficamos entendidos.
Cumprimentos sinceros.
A talhe de foice, gostei de saber que você entende ser necessário publicitar a minha disponibilidade para a ajudar. Mantenho a minha posição. Sabe Susana. Sou uma pessoa de caracter.

missixty disse...

Toda gente se serviu deste blog para lavar roupa suja e até levar a brasa à sua sardinha, mas depois quando as coisas não correm bem, já não gostam! Eu não tenho forma de saber quem é esse esclarecedor, mas se realmente é possível saber essas coisas, até eu estava interessada em descobrir alguns autores de comentários anónimos que ainda mantenho em alguns posts. Mas apesar de desconfiar da proveniencia destes, não o posso provar!Se souber como se faz isso diga-me! Já eliminei o tal comentario que foi feito ontem à noite, agora o resto é consigo...se fosse a si não esperaraia muito apoio policial, pois lembro-me que "alguém" aqui falou em "assassinatos" e olhe que não fiu eu...isso também não é uma difamação?? Depois queixam-se que tem investigações por parte da PJ...claro!!!

barcaceli disse...

Susana. Qum disse e reafirmo que o Carlos Simões foi assasinado fui eu. E não foi por isso que a Junta foi investigada Susana. Não deturpe as coisas. A PJ investigou a Junta mas não foi por eu ter dito isso. Não baralhe as coisas Susana. Nem se preocue com as minhas afirmações. Elas estão assinadas, sabe quem sou, tem os meus contacto etc.
O que disse, e lamento não o ter entendido, é que a junta de freguesia foi investigada por denuncias anónimas apresentadas no ministério público e por outra apresentada por um elemento da Assembelia de Freguesia. Ambas foram arquivadas por falta de provas. E, em ambas as denuncias, se questionava o comportamento ético desta junta e, especialmente do seu presidente. Espero que estejamos entendidos.
Cumprimentos

missixty disse...

Que tenho eu tenho a ver com isso? Se eu aqui dou a cara, ía fazer denúncias anónimas? Você ficou muito chateado com aquele comentario do tal anónimo esclarecedor, mas o que ele disse, já outros aqui de uma forma não tão directa,o disseram também! Para quem não é burro, meia palavra basta!
Só não percebo uma coisa. O assunto dos caulinos já não tinha ido a votação? Já não estava resolvido?
Tem de me dar razão numa coisa, esta guerra só prova que há muita gente descontente e esperemos que não venha haver graves problemas.Eu não queria estar no seu lugar....

Hugo Cardoso disse...

Cardoso, tudo o que disse foi de consciência e é mesmo o que penso, antes de mais quero que saibas (se é que não sabes), sempre tive e tenho a maior admiração e estima por ti e tenho comentado muitas vezes a amigos meus, se há pessoa que me custa ver “daquele” lado, com aquela tomada de posição é o Cardoso, espero que acredites nisto que te digo!
Quando me refiro ao dizer que na ultima assembleia de freguesia de Barqueiros o que disse chocou e incomodou muita gente ao ponto de levantaram suspeitas de como terá surgido tudo aquilo que eu disse, tu sabes que as houve e obviamente não me referia a ti, eu nunca fui influenciado por ninguém do movimento ou do PSD Barqueiros, penso por mim, e fundamento sempre o que digo, sempre.
Em relação ao ter digo que me envergonhava de ter votado nesta junta como socialista, (embora não seja mesmo militante, mas como simpatizante) disse-o porque me causaram profunda desilusão, em tempos defendi-vos de forma muito firme ao ponto de ter dito a alguém “ponho as minhas mãos no fogo por aqueles tipos”, daí já vês o meu desalento quando as suspeitas se tornam realidade!
Se em outros tempos houve tentativas de negociação ou não, digo-te sinceramente, embora isso me preocupe claro, teria sempre esta minha posição porque serei sempre contra em todas as circunstâncias à exploração no centro da freguesia, não entendo nem consigo ver tamanha incoerência com um passado de luta, não posso por isso aceitar de forma nenhuma esta exploração, sem falar claro está nos efeitos muito negativos (porque os há, por muito que o protocolo os tente minimizar, teremos sempre efeitos negativos, e muitos). É verdade que a Mibal tenha direitos sobre as quintas, mas também é verdade que eles só podem explorar (e quanto a isto, eu sei mesmo do que falo) quando as pessoas o permitirem, e como poderemos saber se as pessoas querem ou não a exploração sem dar a palavra ao povo?!! Era tudo muito mais fácil, e de forma mais pacifica se a Junta tivesse optado por uma solução de real consulta publica. Também é verdade que eles têm direitos, mas os direitos adquiridos não são imutáveis, se esta Junta tivesse optado por resolver definitivamente o problema (porque é um problema, mas é um problema para a Mibal, porque Barqueiros só terá a perder com a exploração nas quintas) ao inverter definitivamente os direitos adquiridos da Mibal sobre as quintas…isso sim seria uma posição por parte não só da Junta mas de todos, como a posição correcta e acertada. Cardoso, tu sabes, como eu sei que os terrenos para serem doados a freguesia depois da exploração, não são uma questão tão linear quanto isso, será que podemos correr esses riscos? Sofrer, aguentar com eles e no fim perdemos tudo!!?? Porque também não é o dinheiro que eles vão dar que vai minimizar os incómodos causados, o dinheiro é pouco, melhor tu que eu deves saber isso, as obras levadas a cabo por uma autarquia ficam caras e 40 mil contos, não é assim tanto dinheiro.
Em relação a posição do PS Barcelos, eu não vou comentar mais porque causa-me um profundo mau estar, e penso sinceramente que Barqueiros não merecia esta desfeita, ainda por cima foram incompetentes ao justificar a sua posição, não merecem mesmo a minha confiança daqui para a frente (pelo menos enquanto este partido estiver a ser liderado por estas pessoas). Se há 20 anos fomos traídos por um Governo do PSD, hoje fomos traídos pelo PS Barcelos.
Penso também, que apesar desta questão ser muito delicada, vivemos num meio demasiado pequeno para partirmos para a ignorância e lavarmos roupa suja em “praça publica”, mas também penso que nunca devemos confundir politica com caulinos, tu sabes melhor que eu, que caulinos nunca foi nem nunca será politica, penso também que a Junta não devia fazer ouvidos moucos as questões que lhes vão sendo colocadas, este povo não merece isto. Sei que não és indiferente a estas palavras que te digo,

Abraços

Hugo Cardoso

missixty disse...

Hugo, fiquei emocionada ao ler o que escreveu,até me vieram as lágrimas aos olhos. Acho que nunca ninguém tinha dito de forma tão simples, honesta e isenta de interesses políticos ou privados, o que vai no coração da populção de barqueiros. Traição! Foi exactamente esse sentimento que me levou a publicar este post! Achei muito injusto, depois de tudo o que passou o povo dessa terra, serem mais uma vez traídos! Eu sei bem o que é isso! Nem sempre quem merece tem os seus valores reconhecidos! As pessoas preferem que não lhes tragam problemas, do que realmente verem o que está correcto! Acredita que no meu trabalho tento a todo o custo poupar ao máximp despesas exageradas ao Estado, porque sou uma pessoa consciente! Pensa quie me agradecem! Sou a ovelha negra! Nem o próprio Estado me agradece. Não gostam de pessoas que levantam ondas! Querem o dinheirinho ao fim do mês e que não haja chatisses!

barcaceli disse...

Hugo.
Parabéns pelo teu post. Eu sei quando as pessoas falam com o coração. Não precisavas de te justificar. Sabes que nunca duvidei da tua seriedade e sabes também que sempre soube das tuas verdadeiras preocupações em relação à extracção. Ainda me lembro do e-mail que mandas-te para a junta ainda eu exercia a minha função de presidente da assembleia. E, é com pessoas como tu que eu gosto de falar. Com pessoas sensatas que são capazes de saber serem tolerantes mesmo estando em campos opostos. Obrigado mais uma vez pela tua sinceridade. Um dia, se assim se proporcionar, será um prazer falar contigo acerca desta questão. Sem te pretender mudar de ideias naturalmente. Mas para que saibas, que no meu ponto de vista, após uma extrema análise de tudo aquilo que até hoje vivi em relação a este assunto, me fez tomar a posição que tomei.
Agora Hugo, o referendo não é legalmente possivel. Não podemos enveredar por situações utópicas. Não se podem referendar decisões transitadas em julgado. Quando dizes que nós deveriamos ouvir a população, eu sempre a ouvi Hugo. E continuamos dispostos a ouvir. Não sou eu, nem ninguém desta junta, que virará a cara a qualquer pessoa de Barqueiros. E é por isso que tenho a minha consciencia tranquila, como tu tens a tua. Quanto a questões juridicas, da doação do terreno etc etc etc, permite-me que aqui não diga o que honestamente está a acontecer. Agora a ti, pessoalmente, digo.
Mas sabes Hugo. Há alturas na vida em que temos de tomar posições. Em que temos de decidir. E eu, não sou de ficar a eternizar situações. E, a posição que tomei foi ponderada. E muito, muito bem ponderada. Daí a minha firmeza em assumir esta posição. E não estou a trair ninguém Hugo. Ninguém mesmo. Não quero mais lágrimas, mais dor, mais sofrimento em Barqueiros. Não enquanto eu ocupar o lugar que ocupo. Porque eu vivi a luta. Eu estive na primeira fila.
E não quero que ninguém viva de novo o que se viveu.
Um abraço Hugo.
Cardoso

E para a Susana, a dona do blog, não se inquiete com o lugar que eu ocupo. Nem se preocupe com o que me pode ou não acontecer. Eu sei o lugar que ocupo, e os Barqueirenses sabem quem eu sou. E, o acordo foi realmente aprovado pela assembleia de freguesia com votos favoraveis das duas facções politicas. Se eu me quisesse acomodar e não estivesse disposto a defender as pessoas de Barqueiros, não estaria no lugar que estou Que, diga-se em abono da verdade, não é de desejar. Mas, a vida é feita de coisas assim.
Entretanto, aconselho-a a ver o site Neocassis, onde poderá ler umaa breve resenha do que foi a questão dos caulinos e a posição da câmara ao fim de vinte anos. Vê o tempo que uma câmara demora a tomar uma posição???
Agora Susana, leia o que a Câmara escreve. E veja o que a Cãmara vai fazer.
Já agora, e outro dia me esqueci de dizer-lhe, também tenho um rol de fotografias de extracções ilegais em Barcelos. Verá os verdadeiros aatentados ambientais. Mas, a seu tempo as publicarei no meu blog.
Paraéns pelas 30.000 visitas.

Pedro Santos Rocha disse...

Boas
Como devem ter notado tenho estado afastado dos comentários e acho que perdi o fio à meada ... faculdade "oblige".De qualquer modo, só tenho uma pequena questão a colocar ao Sr. António Cardoso, se ele entender por bem responder. Sei perfeitamente que temos as nossas posições e as nossas ideias (pessoalmente nada contra) mas a pergunta era:
Como legalmente o referendo local não é possível, como já foi por demais ventilado pelo presidente da mesa da assembleia da freguesia (pessoa, aliás, com formação na area juridica), gostaria de saber se esta junta estaria disposta a demitir-se em bloco e provocar eleições antecipadas. Assim, era uma boa maneira de medir qual é o estado de espirito do povo relativamente a esta questão. Sublinho que não sei qual a legalidade desta medida, mas que seria bastante prófilática, disso ninguém tenha duvidas.

Cumprimentos,

Pedro Santos Rocha

barcaceli disse...

Naturalmente que respondo senhor Pedro.
Sem problema algum.
Se a pergunta me é dirigida a mim, pessoalmente nada tenho contra a demissão da Junta. Posição que já assumi internamente entre os meus camaradas.Mas,uma Junta, é um colectivo de pessoas em que as decisões se tomam pela maioria dos seus membros. Para além de que, e no caso objectivo, esta Junta, quando estão em causa opções estruturais para a freguesia ou decisões que nós entendamos importantes, decide em conformidade com a maioria de todos os candidatos à assembleia de freguesia que, no caso, são 19 pessoas. No inicio da análise e futura decisão da assinatura do protocolo, foram colocados, como deve imaginar, todos os cenários possiveis.
E, como eu já disse, embora eu fosse a favor de que a junta se deveria demitir e promover novas eleições com a mesma equipa a candidatar-se,no caso de haver uma oposição de facto, que a existir ainda a desconheço, a maioria da equipa que assumiu o comproomisso de liderar a junta e a apoiar, entendeu que deveriamos ir até ao fim com esta nossa intenção que, e no nosso conceito, é a melhor para a freguesia. Logo, respeito a vontade dos meus camaradas e irei até ao fim. E, se na verdade a principio eu até era uma persistente defensor de eleições antecipadas, depois do comunicado da Presidencia da Câmara em que insinua que pode retirar quase todas as competencias da Junta, agora, só se o doutor Fernando Reis assumir ser o candidato à Junta de Freguesia eu me demitirei.
Como o senhor deve saber, e qem sou eu para insinuar o seu desconhecimento, a Câmara emitiu um comunicado em que diz que a Junta não tem poderes para ter assinado o protocolo e que, tal protocolo, poria em causa a vida das pessoas de Barqueiros e freguesias circunvizinhas. Para além de a Junta ter todas as faculdades para assinar este protocolo, é simplesmente abominável supor, por mais estafurdia que fosse ou seja a nossa decisão, acreditar que os autarcas de Barqueiros querem matar quem quer que seja.
Portanto senhor Pedro, garanta a candidatura do senhor doutor Fernando Reis a candidatar-se em Barqueiros que eu garanto que nós nos demitimos. Porque, coagidos, e agora posso aplicar esse adjectivo depois do comunicado da Presidencia da Câmara, não nos demitiremos e assinaremos, em conformidade com a deliberação da Assembelia de Freguesia o protocolo.
Cumprmentos
António Cardoso da Silva

Hugo Cardoso disse...

Assino e sublinho...

Hugo Cardoso disse...

Obviamente assino e sublinho,o que o Pedro disse,a vontade e palavra tem que ser dada ao povo, se o referendo nao e possivel como dizem...facam eleicoes, pode ser o Dr.Reis, pode um tio Manel qualquer,agora concordar com a entrada da mibal,jamais contem comigo!!!! CAULINOS NO CENTRO NUNCA, LUTAREMOS

barcaceli disse...

Hugo.
Em tudo tem de haver bom senso. Já assumi aqui da forma que entendo ser mais clara a minha posição. Agora,gostava que me respondesses a isto: Imagina que vamos a eleições e que esta mesma equipa ganha.Estamos no campo das hipóteses claro.Que postura seria a tua e a do MCB? Respeitariam a vontade do povo? Respeitariam a decisão soberana de quem nos elege?
Ou continuarias a dizer CAULINOS NO CENTRO NUNCA???
Gostava também de saber a tua posição. Estou a pôr a questão no caso de esta equpa se apresentar a eleições com esta proposta clara " Se ganharmos a Mibal entra". Respeitarias a posição do povo???
Agradecia que respondesses.
Cumprimentos
A.Cardoso

FBEYE disse...

Boa noite, boa tarde conforme o fuso horario dos(as) comentadores deste blog.
Desde ja agradeco a missixty por editar este post"18 anos de luta contra a exploracao dos caulinos".
Pelo que noto muitas pessoas,(os numeros de visitantes e bloggers o confirmam) estao interessadas pelo problema que existe nesta freguesia desde que a companhia Mibal expropiou a quinta Prestar.
Neste blog nao venho comentar nimguem, porque raramente nao entro em polemicas.Apenas aqui venho aconselhar os habitantes de Barqueiros , (freguesia onde nasci e passei minha infancia e juventude)a nao perderem a degnidade, honestidade, honra, confianca, compaixao etc, etc,(others that i can`t translate , but also useful to all humankind, friendliness and forginess), the list of virtues can go on n`on.
Tive prazer em vos ler. Sinceramente

Frank de Carvalho
frankdecarvalho@hotmail.com
Ps:Desculpem , por nao digitar cedilhas ou cifroes.

missixty disse...

Frank este post pode de facto ter contribuido de alguma forma, para algum auaumento das visitas no meu blog, mas não posso dizer que devo a isso o meu sucesso. Antes da publicação deste post, eu já tinha ultrapassado as 25 000 mil visitas.
Espero que toda a gente de barqueiros leve a bom termo, esta disputa de interesses!Costuma-se perguntar o que é que está em primeiro plano de interesse quando se trata de salvaguardar algo e a resposta é sempre a mesma: as pessoas estão sempre em primeiro lugar!
cumprimentos a todos
susana

Pedro Santos Rocha disse...

Sr. Cardoso,

Estou a falar em nome pessoal e não em nome do MCB.
Se a Junta se demitir e provocar eleições e as ganhar, pode ter a minha palavra de honra de como abandono esta luta que travo. Palavra de honra. É a vontade do povo e a decisão é do povo. As pessoas sabem perfeitamente as posições dos partidos nesta questão. É bastante publico e notório. Caso o PS ganhe, assumo publicamente que não me ouvirá falar nunca mais neste assunto. De qualquer modo, penso ser também esta a posição da maior parte dos membros do MCB (penso, não posso confirmar obviamente).
Assim sendo, gostaria também de ter a sua palavra de honra (por sua, entenda-se da Junta) que não aprovaria o protocolo antes de uma (hipotética) demissão e novas eleições.
É minha opinião pessoal que esta seria a maneira mais consensual de revolver esta questão. Fiz algumas auscultações a nivel particular junto de alguns barqueirenses que concordaram que esta seria a melhor forma de resolver este diferendo. O que o povo decidir, decidirá em consciência. Nesse caso, só teremos que aceitar.

Cumprimentos,

Pedro Santos Rocha

Anónimo disse...

Olá a todos os que visitam este blog!
De certeza que a Susana não imaginava que o seu post gerasse tanta polémica,pois não???
Depois de ler todos os comentários aqui deixados,não posso deixar de manifestar a minha opinião sobre este assunto que muito me toca...
Vivi a minha infância e juventude em Barqueiros.Estava ao lado do Carlos Simões quando ele foi atingido fatalmente pela bala disparada por um oficial da GNR e estive presente em quase todos os confrontos entre a população e policia.
É com muito tristeza que vejo a minha terra ser novamente ameaçada por essa empresa.
Será que tudo o que fizemos há 18 anos atrás foi em vão???
Será que a morte de um rapaz no auge da juventude não pesa na consciência desta JF e de todos os que estão ao seu lado???
Será que 40.000 contos chegam para apagar da memória de certas pessoas toda a violência,todo o choro,a luta que travamos para os impedir de entrar????
Eu não me esqueço do Carlos estendido no chão e não quero acreditar que tudo foi em vão...
Sempre se disse na freguesia que quando o PS ganhasse as eleições os caulinos entravam no centro de Barqueiros...o resultado está á vista...só não vê quem não quer...
È com profundo pesar que constato que certas pessoas em Barqueiros têm memória curta e se deixam iludir fácilmente.
Ao povo de Barqueiros quero deixar um apelo: não deixem cair no esquecimento a morte do Carlos Simões,não permitam que interesses financeiros se sobreponham ao vosso bem-estar e á vossa saúde e sobretudo não percam a vossa dignidade e o amor á vossa terra!!!

Obrigado Susana por me deixar dizer no seu espaço tudo o que me vai na alma...

bacaceli disse...

Senhor Pedro Rocha:
Naturalmente que o senhor percebeu bem aqulo que eu escrevi. Para ser o mais sintético possivel, eu não poso hipotecar aqui a palavra de todos os meus companheiros.Logo, não lhe posso dar a minha palavra de honra em nome da Junta. Eu, pessoalmente, estou disposto a solidarizar-me com toda a equipa se entenderem ser esse o passo mais acertado. Não duvide disto. Se os meus camaradas da Junta assim o entenderem, serei eu,o primeiro a apoiá-los. Portanto, acho que da mesma forma que vc me não garante a postura futura do MCB eu não posso, neste momento, garantir a posição dos restantes membros da Junta. Mas, acima de tudo gostei da sua postura.
Em relação ao comentário de um anónimo Barqueirense que diz que esteve sempre em toda a cntestação à Mibal desde oitenta e três a oitenta e nove, quero dizer com todas as letras que o senhor está a mentir. E mente ainda mais, quando diz ter estado ao lado do Carlos Simões na altura em que este foi morto. E isto posso provar-lhe. Logo, não seja hipócrita. Diga quem é. E eu, assumo perante todos os leitores deste blog que o senhor não passa de um mentiroso sem escrupulos que está a usar o nome de um infeliz para, provavelmente, manter a sua posição. Para que não engane mais ninguém, não foi um oficial da GNR que baleou o Carlos Simões.E lamento imenso que estando o senhor presente na altura da morte do Carlos, nada tenha feito para o socorrer. Não acha esta questão mesmo muito séria para brincar assim??? E porquê anónimo? Acha paciência.
E, agora, para o Frankdecarvalho.
Sabes quem eu sou, sabes como te estimo e sabes o meu caracter melhor que toda a gente que lê este blog. Em nome da nossa amizade Chico,eu nunca atraiçoarei o povo de Barqueiros. E sei que tu vais acreditar em mim. E tambem sei que de mim tu nunca desconfiarás. Um enorme abraço transatlantico companheiro de escola.

Hugo Cardoso disse...

Cardoso, desculpa só agora responder mas não tive tempo antes (trabalhar por turnos rotativos,12 horas por dia tem destas coisas).
Vou falar por mim,obviamente não me posso prenunciar por outros embora acredite que todos(MCB) pensem assim, portanto e respondendo por mim numa hipotetica decisão do povo favoravel a exploração,numa hipotetica hipotese de eleições e numa hipotetica vitoria vossa, é claro que aceitava e respeitava, antes de socialista(simpatizante) sei ser democratico e respeitar umas eleições, se estas fossem claro com o proposito claro de que se a actual equipa da nossa Junta se apresentar com a proposta clara de que se ganharem a Mibal entra.
Agora só mais uma coisa Cardoso, aceitava isto, disso não duvides, mas não me peças para concordar ou mudar de ideias isso não,sou uma pessoa de fortes convicções,não gosto de protagonismos e tu já devias conhecer-me(eu acho que tu sabes) que quando torno publico e me prenuncio perante uma questão que me vai expor como é o caso deste problema,faço-o de forma muito ponderada e com convicções muito mas muito fortes,portanto a minha opinião em relação a Mibal no centro da freguesia continuava a mesma,mas sei respeitar o povo quando fala, afinal o povo é soberano...
Abraço,
Hugo Cardoso

Anónimo disse...

Resposta ao Sr. ""Tone Cardoso"

Caro Senhor:
Em resposta aos seus insultos, tenho umas coisas a dizer-lhe:
Parece que o Sr. além dumas aulas de português (porque não sabe ler...), precisa também de umas aulinhas de boa educação!!
Sabe, é que se o Sr. ler bem o meu comentário, eu não insultei ninguém, não me dirigi a ninguém em particular, não disse que estive "sempre em toda a contestação á Mibal desde 83 a 89", e principalmente, tudo o que disse é a mais pura verdade!!!
No dia em que o Carlos foi baleado pela GNR, estava muita gente ao lado dele, mas sinceramente não me recordo de o ver a si lá!!!
Diga-me uma coisa Sr. Cardoso: o Sr. estava lá???
Se estava, então o mentiroso é o Sr.!!!Ninguém teve hipótese de socorrer o Carlos e o Sr. sabe muito bem disso!!! Eu lembro-me muito bem da maneira como o Carlos foi enfiado dentro do jipe da GNR (agarrado como se fosse um saco de batatas e enfiado no jipe com as pernas penduradas de fora...)
Lembra-se Sr. Cardoso???
E lembra-se como a população quase espancou o motorista da ambulãncia que foi chamada, porque achou que ele demorou muito??? (Coitado...)
E já agora outra pergunta Sr. Cardoso:
O Sr. diz com muita convicção que não foi um oficial da GNR que baleou o Carlos. Então é porque sabe quem foi, certo?? Se sabe, porque não o disse na altura??? Teve medo???
Parece que o Sr. já se esqueceu das lágrimas que derramou no funeral dele...
Sabe...é que eu também estava lá...
E para terminar, Sr. "Tone Cardoso"...não brinque o Sr. com coisas sérias!!!
Nesse fatídico dia, estava muita gente ao lado do Carlos! Gente honesta, gente trabalhadora, gente humilde, gente lutadora...gente que não estava á procura de louvores, de protagonismo, de "aparecer"...
Gente com convicções, com ideais, com caracter...

E já agora, um conselho (com S e não com C): não se canse a tentar saber quem sou...é que eu não quero protagonismo...

Cumprimentos á menina Susana.

barcaceli disse...

Eu estava lá. Eu sei o que aconteceu com o Carlos. E o senhor, continua a mentir. Sei também o que aconteceu com o Bombeiro de Barcelinhos.
Eu, contrariamente a si, também não quero protagonismo. Mas agora fica bem dizer isso. Prefere ficar escondidinho e a esperar o que vai acontecer. E nem preciso de o procurar. Sei qem é. Basta ler o que o senhor escreve. E sei que não está autorizado a revelar a sua identidade. Por conveniencia? Acerca do conselho com s ou com c, já li erros muito mais graves escritos pelo senhor. Mas não tenho preconceitos em não ser licenciado, nem pretendo vir a ser.
E pronto. Se a dona do blog publicar este comentário, lá estou eu outra vez a exibir-me.
OBS: Acerca da educação estamos conversados. Os Baqueirenses sabem quem somos senhor ilustre Barqueirense por adopção.
Ah...Acerca do GNR que baleou o Carlos Simões. Quer que lhe mostre o recorte do Comércio do Porto onde eu identifico o tal senhor da GNR quando inquirido por um jornalista acerca do depoimento de uma testemunha?
Será um prazer.
Cumprimentos e passe bem.
Só mais isto: Ai se eu dissesse tudo o que me vai na alma. Mesmo agnóstico teria muito que dizer.

"Tone Cardoso"

missixty disse...

Apartir de agora os comentários estão cancelados neste post! Já chega! Não aceito mais comentarios!
Vou revelar aqui, para grande surpresa de alguns, que sou socialista, mas isso não quer dizer que esteja de acordo com tudo o que eles estão a fazer! Aqui a questão não é o partido, mas a causa em si, as pessoas, a sua felicidade e acima de tudo a justiça! Hoje em dia já não há honra nenhuma! Eu que me orgulhava tanto de ser portuguesa, agora até tenho vergonha....

Mário Lobo disse...

olá...
eu vou ter perto de minha casa (em mortágua) o mesmo problema que parece tu teres.
gostava de trocar umas palavras contigo para perceber ao certo o que é uma extracção de caulinos.

fico à espera de um olá
amarelomrt@sapo.pt